Acusado de matar duas irmãs, uma delas grávida e tentar contra a vida da mãe das duas é condenado a 60 anos de prisão

reucondenado

O Tribunal do Juri Popular de Mossoró, condenou nesta sexta feira 02 de agosto de 2019, o réu, Robson Francisco Silva dos Santos, a pena de 60 anos de prisão pelos assassinatos de, Sheylla Mendonça Bezerra e sua irmã Samyra Mendonça, pela tentativa de homicídio contra a mãe delas, Sônia Maria Mendonça e pelo crime de aborto, já que Sheylla estava grávida.

Robson Francisco foi condenado por feminicídio triplamente qualificado, pela morte de Sheylla, homicídio duplamente qualificado pelo assassinato de Samyra e tentativa de homicídio duplamente qualificado pelo atentado contra Sônia Maria Mendonça, além de crime de aborto sem o consentimento da vítima.

O advogado de defesa de Robson, Dr. Otoniel Maia Júnior, conversou com a reportagem do Fim da Linha, onde disse que vai entrar com pedido de recurso contra a sentença de 60 anos de prisão imposta ao seu cliente. O outro réu, Adriano Marcolino Alves, que também foi denunciado pelo MPRN como envolvido no crime, foi inocentado e absolvido pelo Conselho de Sentença.

Atuaram na defesa dos réus, os advogados Otoniel Maia Júnior (Robson Francisco), Lúcio Ney de Souza e José Adrikson Holanda Alves que defenderam os interesse de Adriano Marcolino. Na acusação, representando o Ministério Público, o promotor de Justiça Ítalo Moreira Martins. Os trabalhos foram conduzidos pelo juiz Vagnos Kelly de Figueiredo, presidente do Tribunal do Juri Popular de Mossoró. O julgamento começou as 08h30min e só terminou as 18h50min.

02/08/2019

Postado às 19:18

9 comentários

Comentários

Zacarias
60 Carnaval estudei com vc era um cara sempre reservado vc acabou com sua vida
Antonio firmino
Tomara que demore muito tempo trancado,assassino!
Antonio firmino
Tomara que demore muito tempo trancado,assassino!
Getro
É UM PSICOPATA....AGORA O OUTRO SER ABSOLVIDO É DEMAIS......
Justiça
60 anos de prisão, porem não vai passar nem a metade disto na cadeia, advogados entrando com recursos e pelo mesmo ser réu primário, o outro vagabundo envolvido nas mortes foi inocentado, puta que o pariu não da para entender como funciona essas leis frouxas que a nossa constituição possui, não da para entender, 2 vagabundos tiram a vida de 3 inocentes e tenta com a vida da mãe delas e o compassa ser inocentado, se isto acontecesse em um pais de vergonha esses dois estavam no corredor da morte.
Dona Maria
Ainda e pouco era pra pegar prisão perpétua a morte ainda seria pouca pra esse escroto
José Cláudio
Covarde. ..cometeu todos esses crimes só pra não pagar pensão alimentícia pro seu filho que não teve a chance de nascer à justiça dos homens foi feita, mas quando vier à de Deus.....
PM0800
As leis do Brasil são feitas por vagabundods e criminosos, a inocência para vagabundos é de se esperar em todos crimes, a cupa é sempre da vítima, a penalidade é sempre sobre a vítima. Agora eu quero ver escapar da justiça de Deus. QUEM FAZ AQUI PAGA AQUI!
Manuel Ferreir…
Esse vagabundo ficando dez anos na cadeia já resolve Boa parte da imunda vida dele,parabéns.

Comentar