Governadora do RN e mais 12 chefes de estado pedem revogação do decreto que libera uso de armas

O Estadão

fatimaTreze governadores, entre eles a governadora Fátima Bezerra do Rio Grande do Norte, assinaram carta, contra o decreto do presidente Bolsonaro que facilita a aquisição de armas e porte para a população brasileira.

O documento foi assinado nesta terça feira (21) e nele os governadores alegam que as novas regras para o uso de armas podem aumentar ainda mais os índices de violência nos Estados.

Na carta os governadores pedem aos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário que atuem para que o decreto seja revogado o mais rápido possível.

A preocupação dos chefes de estado é de que o aumento da circulação de armas de fogo no país, possa fortalecer facções criminosas, que poderão se armar por meio de desvios e roubos de armamentos. 

Assinaram a Carta:

Ibaineis Rocha (governador do Distrito Federal), Flávio Dino (Maranhão), Wellington Dias (Piauí), Paulo Câmara (Pernambuco), Camilo Santana (Ceará), João Azevedo (Paraíba), Renato Casagrande (Espírito Santo), Rui Costa (Bahia) Fátima Bezerra (Rio Grande do Norte), Renan Filho (Alagoas), Belivaldo Chagas (Sergipe), Waldez Góes (Amapá) e Mauro Carlesse (Tocantins).

22/05/2019

Postado às 08:10