Homicídio

Irmãos presos confessam que mataram bebê e afirmam que o alvo era o pai, que seria morto por vingança, diz delegada

Imagem
Geovane assumiu que atirou e matou o bebê

Os irmãos Geovane de Melo Nogueira, de 23 anos e Jefferson de Melo Nogueira de 21 anos  presos nesta segunda feira (5), pela Polícia Rodoviária Federal quando fugiam pela BR 304 em um carro alternativo com destino a Natal, confessaram na Delegacia de Homicídios, em Mossoró, serem os autores do atentato a tiros, ocorrido na noite de domingo (4) na Praça das Malvinas, em Mossoró, onde vitimou fatalmente o bebê Anthony Caleb Bezerra de 1 ano e feriu seu pai, Francisco Iranilson Bezerra e sua mãe Débora Maria de Souza.

Imagem

De acordo com a delegada da DHM, Dra. Liana Aragão, Geovane confessou que efetuou os disparos e disse que não viu o bebê e que somente teria visto Iranilson e a esposa. Ainda acordo com a Dra. Liana Aragão, a motivação do crime seria briga de facções criminosas rivais. Geovane teria sofrido um atentado e teve um irmão assassinado por membros da facção PCC e que Iranilson estaria envolvido na morte de seu irmão e por isso queria matá-lo.

Os dois irmãos apontaram um adolescente que estaria envolvido no atentado que matou o bebê. O menor foi apreendido em Mossoró, pela equipe da Delegacia de Homicídios, além das duas motos usadas no crime. Os dois veículos são roubados. A arma usada no taque criminoso foi apreendida pela PRF durante a prisão dos dois irmãos..

Os três envolvidos no assassinato do bebê Anthony Caleb e na taentativa de homicídio contra os pais do bebê, foram autuados em flagrante na DHM. Jefferson de Melo Nogueira e seu irmão Geovane de Melo Nogueira, autuados no artigo 121 (homicídio consumado e na forma tentada), foram conduzidos à Cadeia Pública Juiz Manoel Onofre de Souza e o adolescente, autuado por ato infracional análogo a homicídio, foi encaminhado ao Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Acusado de Ato Infracional (CIAD). Os três estão a disposição da justiça.

Imagem
Motos usadas no atentado, apreendidas pela delegacia de Homicidios
Imagem
Arma usada no crime, foi apreendida pela PRF

06 de Novembro de 2018

Postado às 07h19min

(2) Comentários

2 Comentários

Esconder formulário
  • Juarez
    Há 10 dias
    Você já está sabendo que, possivelmente por sua culpa, sua irmã menor de 12 anos, inocente possivelmente está morta nesse momento, pois foi encontrada carbonizada ? É lamentável a vida que vocês vagabundos querem levar. Por culpa de briguinhas de vocês mesmos, vagabundos safados, dois menores inocentes acabaram perdendo a vida enquanto que vocês permanecem nessa terra. Só lamento pelas duas crianças inocentes. Que Deus faça justiça como ela deve ser feita.
  • Manu
    Há 7 dias
    Filho da puta se não sabe nada fica calado,, eles sabem sim ,, e como também a criança de um ano morreu por lo pai que é um bandido vagabundo e assassino e ladrão,, se não sabe nada fica calado monte bosta