publicidade

Mossoró, 22 de Outubro de 2017

118ª / 119ª Mortes violentas em Mossoró 2017: suspeitos de matar PM morrem em confronto com a Polícia Militar na Favela do Velho

15 de Junho de 2017

Postado às, 10h51min

 Anderson Silva (Andinho) e Afonso Rafael morreram na Favela do Velho em Mossoró

 

madrugada desta quinta feira, feriado de Corphus Crhisti, a cidade de Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte registrou mais duas mortes violentas provocada por disparos de arma de fogo.

Dois homens identificados como Afonso Rafael Arruda da Silva e Anderson Silva de Melo, o "Andinho" de 22 anos de idade, morreram após trocar tiros com policiais militares do 12º BPM na Favela do Velho, região das Malvinas.

De acordo com a PM, um dos mortos no confronto, o Andinho participou do assalto onde foi morto um Policial Militar no início da madrugada de hoje, durante um assalto em Areia Branca. O outro suspeito morto, Afonso Rafael, estava com Andinho e atirou nos Policiais.

Ainda segundo a PM, após o assalto que resultou na morte do PM, os criminosos, fugiram em uma Fiat Uno vermelha e se esconderam na Favela do Velho, área das Malvinas em Mossoró. Após receber informações sobre o paradeiro dos suspeitos, os policiais saíram em diligências no sentido de localizar e prendê-los, mas ao chegarem na favela e ao se depararem com os indivíduos, as equipes da ROCAM e Rádios Patrulha foram recebidas a bala.

Houve confronto e os dois supeitos foram baleados e socorridos pela própria PM para o Hospital Regional Tarcísio Maia, mas não resistiram e morreram ao chegar na Unidade Hospitalar.

Um terceiro suspeito identificado como Francisco Wênio Santos Rocha, foi preso durante a ação da PM na favela. Ele estava com o Fiat Uno roubado e usado no assalto em Areia Branca.

A Polícia apreendeu várias armas, entre elas quatro revolveres e uma escopeta calibre 12 e ainda a pistola do policial morto durante o assalto em Areia Branca.

 

Francisco Wênio estava com o carro roubado e usado no assalto

Pistola do policial morto durante assalto em Areia Branca estava com Andinho

Envie seu comentário:

Digite o código pra enviar seu comentário:

Obs: Coloque da mesma forma como está na imagem respeitando se for maiúsculo ou minúsculo.

Comentários:

Adonias
15/06/2017 - 16:09 hs

TÃO ESPERANDO O QUE PARA para MATAREM ESSE "GORDIM" ?

jaxs
15/06/2017 - 17:32 hs

esses sao uns verdadeiros marginais que vivem apenas de cometerem esses crimes que tanto nos aterrorizam, sem nenhum remoço tiram a vida de um cidadão, ah se no nosso país tivessem leis e políticos a altura desses vagabundos...

WILDSON MARTINS
16/06/2017 - 08:39 hs

Parabéns à todos que trabalharam na operação, é assim que deve ser feito, bandido tem que ser tratado como bandido. Nenhum comandante é para permitir que cangaceiros, ladrões, traficantes, integrantes de sindicatos do crime, em fim, criminoso de todas as classes, ponham em risco a vida de cidadão, autoridades e de todo aquele que trabalha para promover a paz e a ordem. Policiais estão sendo assassinados, que estejam trabalhando ou não, alguém viu ou ouviu falar em algum membro de uma tal de Comissão de Direitos Humanos tomar alguma atitude? Jamais iremos ver. É porque esta suposta instituição, foi criada para defender bandido. Tudo isso se deve aos nossos governantes, pois hoje o que vemos, sabemos e fica comprovado, é que toda classe política só trabalha para fazer o mau a nação, o estado ou município. Quando se trata em algo que se traga benefício, é somente para a classe política, seus familiares e cúmplices de suas falcatruas. Tudo isso é lamentável e muito vergonhoso. Mas devemos continuar acreditando no Brasil e que vale a pena ser digno do cargo a que lhe foi designado. Em 2018, diga não a todos os corruptos, faça isso para o bem de toda nação.

Cidadão Comum
16/06/2017 - 10:12 hs

Meus pesâmes à família do policial morto, assim como aos seus amigos e irmãos de farda!

anonimo
16/06/2017 - 14:19 hs

Moro na cidade de Areia Branca, e esse crime que foi cometido na cidade realmente abalou muita gente de bem (inclusive a mim), pois se tratava de uma pessoa de bem que veio a passeio e que arriscou sua vida para salvar à dos demais e que acabou perdendo sua vida. morreu honrando sua profissão.. tô em conformado pela morte desse policial. que Deus coloque em um bom lugar, e que seja feita justiça da maneira certa que é: Matou uma pessoa de bem? tem que morrer tbm! #LutoPorUmHeroi

Copyright © 2011 Blog Fim da linha. Todos os direitos reservados

Topo