publicidade

Mossoró, 22 de Outubro de 2017

Foragido da justiça é capturado durante operação da DHPP em Mossoró

11 de Agosto de 2017

Postado às, 13h24min

Uma operação da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) com apoio do Delegado da Defraudações, José Vieira e do APC Wilson Fernandes da 3ª Equipe da Delegacia de Plantão, realizada na manhã desta sexta feira 11 de agosto no bairro Malvinas em Mossoró, resultou na recaptura de uma foragido da justiça e apreensão de menores suspeitos, arma de fogo e droga.

Segundo o delegado da DHPP Dr. Rafael Arraes, sua equipe realizava uma investigação de homicídio na naquela região quando recebeu denuncias de que em uma casa, havia vários indivíduos possivelmente armados e com droga.

Durante a abordagem na residência, os policiais prenderam um suspeito com uma arma de fogo de fabricação caseira e apreenderam quatro menores de idade e uma pequena porção de maconha.

O indivíduo preso com a arma foi identificado como, Júlio Felipe Cruz do Nascimento, de 18 anos de idade, morador da Avenida Vinte e Sete de Março na cidade de Touros RN.

Contra ele, existe um mandado de prisão em aberto expedido pelo juiz Flávio Roberto da vara criminal de Areia Branca RN, por tráfico de drogas, associação para o tráfico, manutenção em cativeiro de animais silvesatres sem autorização legal e corrupção de menores.

Durante a abordagem o foragido da justiça ainda tentou fugir pulando muros, mas acabou sendo capturado  pelo cerco policial. Julio Felipe foi conduzido à Delegacia de Plantão da Polícia Civil e depois dos procedimentos de flagrante por porte ilegal de arma de fogo, foi encaminhado a uma unidade prisional da cidade.

Já os menores foram encaminhados à Delegacia Especializada de Apoio ao Adolescente (DEA) para os procedimentos na forma da lei.

Envie seu comentário:

Digite o código pra enviar seu comentário:

Obs: Coloque da mesma forma como está na imagem respeitando se for maiúsculo ou minúsculo.

Comentários:

O Satanás
11/08/2017 - 17:01 hs

Êpa! Alto lá. Esse aí com os vermelhos parece comigo. Só tá faltando os chifres e o rabo. Já mais de 48 horas que o meu caldeirão não recebe nenhuma alma sebosa de Mossoró. Tem nada não. Vou continuar botando lenha no fundo do caldeirão para a água não deixar de ferver. Se não pintar nenhuma alma sebosa até domingo, eu estou pensando em mandar o meu secretário ir buscar almas sebosas em Baraúnas, Areia Branca, D. Sept Rosado, Caraúbas e Upanema. Mas, as almas boas mesmo são as de Mossoró. O meu parceiro, ''O Cão'', adora meter espeto quente no rabo deles. Mas, quem que não gosta?

Copyright © 2011 Blog Fim da linha. Todos os direitos reservados

Topo