Sociedade condena Alan Bujão a 12 anos de prisão por homicídio em Mossoró.

alanO preso de justiça,  José Alan de Andrade, conhecido como "Alan Bujão", condenado por tráfico de drogas, recebeu nesta quarta feira, 5 de junho, mais uma condenação, desta feita por homicídio.

Ele foi julgado pelo Tribunal do Juri Popular, acusado de um crime de homicídio ocorrido em 2014 em frente ao Tênys Clube, as margens da BR 304, no Bairro Abolição III em Mossoró RN, onde teve como vítima, Alisson Diego da Silva, que saía de uma festa, por volta das 03h00min da madrugada do dia  08 de Setembro de 2014 quando foi alvejado com cerca de três tiros e morreu na hora.

O Conselho de Sentença, representando a sociedade mossoroense, acatou a tese levantada em plenário pelo Ministério Público Estadual, que pedia a condenação do réu por homicídio duplamente qualificado e julgou Alan Bujão como culpado pelo assassinato.

O presidente do Tribunal do Juri, juiz Vagnos Kelly de Figueiredo, prolatou a sentença condenatória impondo uma pena de 12 anos de prisão a ser cumprida em regime fechado na Penitenciária Mário Negócio, onde já se encontra preso por tráfico de drogas.

05/06/2019

Postado às 17:00