136° Homicídio em Mossoró 2019: Homem com audiência marcada na justiça é executado com mais de 20 tiros no Abolição III

homiA semana começa violenta em Mossoró, a segunda maior cidade do Rio Grande do Norte, localizada na região Oeste do estado, que registra mais um homicídio provocado por disparos de arma de fogo.

O crime aconteceu por volta das 09h00min desta segunda feira 09 de setembro de 2019, ao lado do Hospital da Solidariedade, no conjunto Abolição III, um homem de  29 anos de idade, identificado como, Wislan Michel Rodrigues, natural de Antônio Martins e residente em João Dias no Alto Oeste do RN, foi executado com mais de 20 tiros de pistolas .45 e .380.

De acordo com informações, a vítima estava no Albergue com a mãe que faz tratamento de câncer e todos os dias levava sua genitora de Uber para o Hospital da Solidariedade. Na manhã de hoje, minutos depois de deixar a mãe na unidade hospital acabou sendo alvejado e morto.

Ele estava sentado em uma cadeira, na calçada do hospital aguardando o retorno de sua mãe, quando foi surpreendido por dois homens que chegaram em uma moto Biz e de armas empunho começaram a atirar em sua direção. De acordo com a perita criminal, Emanuella Pinheiro, 23 perfurações foram encontradas no corpo da vítima, que não teve qualquer chance de defesa.

Informações repassadas pela Polícia, Wislan Michel era acusado de ter matado seu próprio Pai em João Dias, há algum tempo atrás e também era suspeito de envolvimento em outro homicídio naquela região. Segundo consta no Tribunal de Justiça do RN, Wislan respondia processo por porte ilegal de arma de fogo e estava com audiência interrogatória marcada para o dia 1º de outubro na comarca de Alexandria. Ele também respondia processo por porte ilegal de arma de fogo na comarca de Catolé do Rocha no estado da Paraíba.

A equipe pericial do ITEP realizou os procedimentos no local do crime, onde recolheu várias capsulas de PT .45 e . 380 que ficaram espalhadas em volta do corpo. Após a perícia o cadáver foi recolhido para ser necropsiado no Instituto Médico Legal e depois será liberado para familiares provinciar o sepultamento.

Com mais um homicídio registrado em Mossoró, a cidade passa a contabilizar 136 assassinatos no ano de 2019. O caso será investigado pela Divisão de Homicídios e proteção à Pessoa (DHPP).

local

local

locall

 

09/09/2019

Postado às 09:34

11 comentários

Comentários

Só vejo verdades
Pra esse daí é fim da linha mesmo, com uma ficha criminal dessa ele até que demorou a tombar, não deu nem tempo de ser julgado pelos juízes de toga, pois "os juízes" sem toga o julgaram antes.
Morador da loc…
Lei do retorno
Laryssa
A vida é igual a um restaurante você não vai embora sem pagar.
Bolsonaro 2022
Lá se foi mais um voto do PT perdido 😂
Rede
Eu depois que os chefe do pcc chegou em mossoró gente morrendo todo dia eu vir fala que era um salve do pcc pra acabar com inimigos dó RN
Realista
Qem pode acabar com a guerra nao quer que a guerra acabe enquanto isso nois trafica a vontade, ta tudo vigiado o sistema ta sorrindo, quer pegar o bonde ? Caia pra dentro do labirinto🎶

Só Jesus pra salvar, nao tem bolsonaro mela cueca q dê geito kkkkk
Samuel
Mossoro pede paz.
Bairro Santo Antonio pede paz.
No final rua Castelo Branco pede paz.
Renato Costa
Mossoró ė cidade pequena, mas todo dia matam bandido ...como não existe lei no país, o castigo vem da própria sociedade... Ladrões e homicidas fazem a alegria das funerárias locais...
NAO CONSIGO EN…
Nao consigo enteder um cara com varios processo trabalhando de aplicativo , se pra trabalhar nesses aplicativos tem q ter o nome tudo direitinho ..... VAI ENTENDER NE !
Manuel Ferreir…
Já foi tarde vagabundo, parabéns ao bandido que te fez sentar no colo do capeta MAIS cedo.
Genilson Lima
Esse aí que morreu era um que não merecia viver em sociedade... Em 2011, matou o próprio pai com vários tiros...imagina o que faria com uma pessoa comum ?

Comentar