168º Homicídio em Mossoró 2019: Motorista de aplicativo raptado de casa no Odete Rosado é encontrado morto em matagal em Passagem de pedras

Atualizado as 16h00min

alexuberO corpo do motorista de Uber, Alex Moura de Oliveira, 30 anos foi encontrado em avançado estado de decomposição, na manhã deste domingo 20 de outubro de 2019, em uma região de mata na comunidade de Passagem de Pedras, na zona rural de Mossoró no Oeste do Rio Grande do Norte.

Alex Moura de Oliveira, foi raptado por criminosos de dentro de sua casa, na madrugada de terça feira 15 desse mês durante um suposto arrastão no Conjunto Odete Rosado. O motorista do aplicativo Uber estava em casa com a esposa e o filho, quando teve sua casa invadida. 

Segundo a polícia Além de Alex, os criminosos, cerca de quatro homens encapuzados, levaram também o carro dele, um HB20 de cor branca e alguns objetos da casa. O veículo foi encontrado carbonizado na última quinta feira (17) na mesma região onde o corpo foi encontrado na manhã deste domingo (20).

Diante do avançado estado de decomposição que se encontrava o corpo, sua identificação foi possível através de confronto das digitais, que foram preservadas com os registros de Alex Moura no ITEP, realizado pela equipe de papiloscopia da unidade pericial.

Em relação a causa da morte, não foi possível identificar no momento, mas o perito Marcos Dayan afirmou que se trata de um homicídio, uma vez que foram identificadas lesões fortes na cabeça que provocaram afundamento de crânio, possivelmente por ação contundente (pauladas).

No corpo, que estava só de cueca, foram encontradas perfurações, que segundo a perícia podem ter sido provocadas por disparos de arma de fogo, ou pela ação de animais. Ao lado do cadáver a perícia encontrou um pedaço de pau que pode ter sido usado no crime. "Tudo vai ser esclarecido através de exames laboratoriais, afirmou o perito Marcos Dayan".

Após o trabalho da perícia criminal, o corpo foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal do Itep e deverá ser levado para o órgão em Natal, onde serão realizados exames complementares. A perícia recolheu também o pedaço de madeira para ser examinado, para detectar a presença de sangue.

Com mais um crime de homicídio registrado a cidade de Mossoró, passa a contabilizar 168 assassinatos no ano de 2019. A prinicípio, o caso deverá ser investigado como latrocínio, devido o fato de ter havido roubo na casa da vítima. O inquérito deverá ser instaurado pela Delegacia de Furtos e Roubos, comandada pelo Dr. André Albuquerque.

local

alex

alex

rn
HB20 de alex Moura foi encontrado carbonizado na mesma região

20/10/2019

Postado às 10:15