Agricultor morre após ser atacado por abelhas na Comunidade da Ema na zona rural de Mossoró

capa

O agricultor conhecido apenas como "Marcos",(sem documentos) foi encontrado morto no final da manhã desta segunda feira 20 de julho de 2020, em um matagal na Comunidade da Ema na zona rural de Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte.

O corpo foi encontrado por moradores da comunidade, no matagal e baixo de uma colmeia. A Polícia Militar, a Polícia Civil, o Corpo de Bombeiros e o Itep foram acionados para o local, mas somente os Bombeiros, que estavam paramentados, puderam trabalhar no resgate do corpo, que estava coberto por abelhas.

Todos que estavam no local tiveram que ficar dentro dos carros e com vidros fechados. Depois de mais de uma hora de trabalho, os Bombeiros usando equipamento de lança chamas conseguiram retirar o corpo de baixo da árvore onde estava a colmeia. Sem condições de perícia no local, devido a presença das abelhas, os próprios Bombeiros, após retirar o corpo, o colocaram no rabecão do Itep.

A familia disse para a Polícia Civil, que Marcos havia saído de casa na tarde de sábado (18) para tirar mel e não mais retornou. Os familiares relataram ainda que costumava fazer esse tipo de serviço, para ganhar dinheiro. Retirava mel e vendia para os moradores da comunidade, mas não usava equipamentos adequado para tal.

O corpo de Marcos foi encaminhado ao Instituto Médico Legal, onde foi examinado pela equipe médica de plantão e segundo segundo os registros de óbitos do ITEP, a causa da morte foi por choque anafilático provocado por picadas de abelhas. O corpo deverá ser liberado para a família nesta terça feira (21).

capa

capa
Manchas pretas na roupa dos Bombeiros, são abelhas

capa

21/07/2020

Postado às 07:22