Apenados em liberdade voltam pra prisão por descumprirem regras do sistema de monitoramento

capa

Policiais Penais da Secretaria da Administração Penitenciária (Seap) prenderam na manhã desta terça-feira, 18 de agosto de 2020, nos municípios de Areia Branca e Serra do Mel, dois internos do regime semiaberto que descumpriram as regras do cumprimento da pena.

Os dois apenados tiveram os mandados de prisão decretados pela Justiça. Um terceiro acusado, foragido, foi detido ao ser reconhecido pelos policiais em Mossoró. Nos últimos oito dias, cinco detentos do semiaberto regrediram de regime e foram recapturados pela Polícia Penal no Rio Grande do Norte. 

Em Areia Branca, os policiais do Grupo de Escolta Penal (GEP) e da Central de Monitoramento Eletrônico (CEME), ambos com sede em Mossoró, prenderam Geraldo Araújo Filho, condenado por tráfico de droga, e que cumpria pena em regime semiaberto. Ele teve mandado de prisão expedido pela Vara de Execução Penal e foi detido em casa naquela cidade.

A segunda prisão aconteceu em um matagal nas imediações da Vila Rio Grande do Norte, em Serra do Mel. A CEME identificou que Igor Lopes de Souza, condenado por tráfico de drogas, estava burlando o sinal da tornozeleira eletrônica e, diante dos fatos, teve a prisão decretada pela Justiça. 

Com os dois alvos da operação detidos, os policiais já em deslocamento pela cidade de Mossoró, reconheceram Hugnaldo Bernardino de Brito que caminhava pela Avenida Presidente Dutra, nas imediações da Ponte Gerônimo Rosado, e foi abordado sem esboçar reação. Contra ele existe um mandando de prisão expedido pela 3ª Vara Criminal de Mossoró pela prática de roubo.

Os dois apenados presos foram encaminhados ao Complexo Penal Estadual Agrícola Dr. Mário Negócio (CPEAMN), e o terceiro preso em Mossoró foi conduzido para a Cadeia Pública de Mossoró, onde se encontram à disposição da Justiça.  A Seap tem realizado ações de captura de detentos que regridem de regime por determinação judicial. Foram cinco cumprimentos de mandando de prisão nos últimos oito dias. As prisões aconteceram em Natal, Canguaretama, Areia Branca e Mossoró.

capa

18/08/2020

Postado às 21:11

Nenhum comentário - Comentar

Comentar