Cinco cidades do RN estão entre as 20 mais violentas do Brasil, aponta Anuário Brasileiro de Segurança Pública

Dados divulgados pelo Anuário Brasileiro de Segurança Pública, apotam que das 20 cidades mais violentas do país, cinco são do Rio Grande do Norte. São elas: Umarizal (7º), Rodolfo Fernandes (11º), Extremoz (12º), Japi (15º) e Tibau (17º)

Ainda de acordo com o anuário, das 30 cidades mais violentas do Brasil, 18 são da região Nordeste, dez da região Norte e duas do Centro-Oeste. 30 municípios registraram média móvel superior a 100 assassinatos para cada cem mil habitantes, segundo dados inéditos divulgados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, que analisou os últimos três anos.

Com base nas informações obtidas, o diretor-presidente do Fórum, o sociólogo Renato Sérgio de Lima explicou que foi feita uma média dos últimos três anos – 2019, 2020 e 2021 – das mortes nas cidades brasileiras. “Em municípios pequenos, duas, três, quatros mortes representam uma taxa alta”, explicou. “Para poder mostrar a realidade, a gente fez a média de três anos”, explicou .

Confira a lista dos 30 municípios mais violentos do País:

São João do Jaguaribe – CE – 7.557 habitantes – 224 mortes por cem mil habitantes

Jacareacanga – PA – 6.952 habitantes – 199,2 mortes por cem mil habitantes

Aurelino Leal – BA – 11.079 habitantes – 144,2 mortes por cem mil habitantes

Santa Luzia D’Oeste – RO – 5.942 habitantes – 139 mortes por cem mil habitantes

São Felipe D’Oeste – RO- 4.962 habitantes – 138,3 mortes por cem mil habitantes

Floresta do Araguaia – PA – 20.742 habitantes – 133 mortes por cem mil habitantes

Umarizal – RN – 10.485 habitantes – 123,6 mortes por cem mil habitantes

Guaiúba – CE – 26.508 habitantes – 121,8 mortes por cem mil habitantes

Jussari – BA – 5.706 habitantes – 120,9 mortes por cem mil habitantes

Aripuanã – MT – 23.067 habitantes – 120,2 mortes por cem mil habitantes

Rodolfo Fernandes – RN – 4.457 habitantes – 119,6 mortes por cem mil habitantes

Extremoz – RN – 29.282 habitantes – 118,7 mortes por cem mil habitantes

Chorozinho – CE – 20.286 habitantes – 118,4 mortes por cem mil habitantes

Japurá – AM – 1.755 habitantes – 114 mortes por cem mil habitantes

Japi – RN – 4.935 habitantes – 113,3 mortes por cem mil habitantes

Cumaru do Norte – PA – 14.044 habitantes – 113,2 mortes por cem mil habitantes

Tibau – RN – 4.173 habitantes – 112,6 mortes por cem mil habitantes

Itaju do Colônia – BA – 6.515 habitantes – 111 mortes por cem mil habitantes

Glória D’Oeste – MT – 2.990 habitantes – 110,8 mortes por cem mil habitantes

Senador José Porfírio – PA – 11.305 habitantes – 109,8 mortes por cem mil habitantes

Ilha das Flores – SE – 8.522 habitantes – 109,5 mortes por cem mil habitantes

Junco do Maranhão – MA – 4.334 habitantes – 107,2 mortes por cem mil habitantes

Anapu – PA – 29.312 habitantes – 107,1 mortes por cem mil habitantes

São José da Coroa Grande – PE – 21.868 habitantes – 106,5 mortes por cem mil habitantes

Novo Progresso – PA – 25.769 habitantes – 106,1 mortes por cem mil habitantes

Wenceslau Guimarães – BA – 20.862 habitantes – 103,3 mortes por cem mil habitantes

Ibicuitinga – CE – 12.730 habitantes – 102,7 mortes por cem mil habitantes

Santa Cruz Cabrália – BA – 28.058 habitantes – 102,6 mortes por cem mil habitantes

Ilha de Itamaracá – PE – 27.076 habitantes – 102,5 mortes por cem mil habitantes

Bannach – PA – 3.239 habitantes – 101,8 mortes por cem mil habitantes

29/06/2022
Postado às 08:18

Comentários:

  1. Antony disse:

    Isso mostra o avanço de facções de traficantes e agremiações criminosas ganhando espaço em cidades em que antes eram pacatas, com pouquissimos habitantes. Hoje temos uma população interiorana aterrorizada com assaltos e sequestros nas fazenda e sítios. Bandidos que a cada dia buscam lugares mais afastados e isolados das sedes municipais para fazerem roubos e saírem impunes.

Deixe o seu comentário!