Corpo encontrado boiando nas águas do Rio Mossoró pode ser de ex-presidiário morador do Sitio Quixaba

capa

O homem assassinado e que teve o corpo jogado nas águas do Rio Mossoró, pode ser o ex-presidiário, Ciro da Silva Dantas de 36 anos de idade, residente no Assentamento Quixaba, na zona rural de Mossoró.

De acordo com a família, Ciro havia saído da prisão a cerca de 8 dias, ou seja no dia 25 de maio, e ao deixar o sistema prisional, teria ligado para seus familiares e desde então ele não deu mais notícia.

Familiares compareceram na última segunda feira (01) no ITEP em Mossoró com a documentação, mas devido ao avançado estado de decomposição do corpo, não foi possível a identificação oficial. O cadáver será  encaminhado ao instituto pericial em Natal para realização  de exame de DNA e após isso será possível a sua identificação

Ciro da Silva Dantas respondia por crimes de assalto (artigo 157) e furto (artigo 155). O corpo dele foi encontrado na manhã da última segunda feira (31), boiando nas águas do Rio Mossoró  próximo a ponte da Avenida Leste Oeste, apresentava perfuração de tiro nas costas e com uma estaca crada no olho esquerdo, além  de uma corda envolta  do pescoço. 

02/06/2021

Postado às 09:29