Em menos de quatro dias duas mulheres foram presas por furto de roupas nas lojas Renner em Mossoró

capa

Duas mulheres foram presas e autuadas em flagrante, em intervalo de quatro dias, por furto de roupas na Lojas Renner do Partage Shopping em Mossoró. Na sexta feira (03), a enfermeira M. F. de H., 28 anos de idade, moradora do Alto São Manoel, foi detida pelos seguranças ao tentar sair do estabelecimento com várias peças íntimas (calcinhas e sutiâs), sem pagar.

Segundo o Boletim de Ocorrência registrado na Delegacia de Plantão da Polícia Civil, a mulher cortou os lacres de segurança das peças, para não ser detectadas ao passar pelos sensores que fica instaladas nas portas de saída. Após deter a suspeita os seguranças acionaram a Polícia Militar que a conduziu a DP de plantão.

O delegado Roberto Moura, após ouvir as partes envolvidas no caso, decidiu por lavrar o auto de prisão em flagrante, por furto qualificado, haja visto que a enfermeira rompeu barreiras ao cortar os lacres de segurança. Ela não teve direito a fiança sendo a mesma conduzida ao Pavilhão de Feminino da penitenciária Mário Negócio onde ficou a disposição da justiça. Os advogados alegaram que a flagranteada tem distúrbios mentais, mas não apresentaram qualquer laudo médico comprovando a doença.

Na tarde de segunda feira 06 de setembro, mais um caso de furto de roupas nas Lojas Renner envolvendo outra mulher. Tereza Cristina de 42 anos, natural de Natal e residente em um condomínio no Bairro Nova Betânia em Mossoró, foi flagrada furtando roubos naquele estabelecimento comercial. As peças furtadas, segundo registro no Boletim de Ocorrência da Polícia Civil, foram avaliadas em R$: 1.500,00 ( Hum mil e quinhentos reais)

A suspeita foi conduzida pela Polícia Militar, para a delegacia de plantão da Polícia Civil, onde foi autuada em flagrante por furto qualificado (artigo 155 - segundo o Código Penal é aquele em que ocorre a destruição ou rompimento de obstáculo; abuso de confiança, ou mediante fraude, escalada ou destreza). Após os procedimentos, ela foi encaminhada ao sistema prisional onde ficou a disposição da justiça.

08/09/2021

Postado às 07:37

3 comentários - Comentar

Comentários

Amanda
Pq so divugarao o nomes das outras não colocar o nome dessa também so colocarão as iniciais
Mara
Porque não divulgaram o nome da enfermeira?
Estranho isso, divulgam o nome de uns e de outros não.
JUNIOR
Deveria devulgar ate as fotos delas principalmente dessa enfermeira.

Comentar