Flanelinha acusado de matar colega com uma facada no Abolição II é preso, confessa o crime e diz que foi agredido a paulada

criminoso

O flanelinha Haroldo Cézar da Silva foi preso pela Polícia Militar no final da tarde da última sexta feira (06), acusado de matar o colega também flanelinha,  Gilson da Silva Santos, 36 anos, crime ocorrido na madrugada de quinta feira, (05).  Gilson foi morto com uma facada no peito, na praça da Igreja Nossa Senhora de Fátima no Conjunto Abolição II em Mossoró, após uma briga por motivos banais.

Após ser preso na região onde ocorreu o crime Haroldo Cézar foi conduzido à Delegacia de Plantão e apresentado ao delegado Dr. Roberto Moura. Na presença da autoridade policial, o flanelinha confessou o crime e disse que matou seu colega, porque foi agredido a pauladas, por causa de uma dívida de 10 reais.

Após ser ouvido na delegacia, o flanelinha foi liberado, porque não estava mais em situação de flagrante. O inquérito da prisão com confissão dele será encaminhado à Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), que investiga o caso. O delegado Rafael Arraes, deverá concluir o inquérito e remetê-lo à justiça com pedido de sua prisão preventiva, dando o caso como elucidado.

08/09/2019

Postado às 07:07

2 comentários

Comentários

Tiquinho
Um noiado aqui na rua epitacio pessoas bairro bom jardim com tornozoleira roubados os moradores bens
Buevas
Safado vc pensa que eu esqueci de vc seu alma sebosa

Comentar