Governo não negocia com a PM e policiais decidem parar nesta segunda feira

pm

Por falta de negociação com o governo do estado, policiais militares e bombeiros do Rio Grande do Norte, param atividades nesta segunda feira 17 de junho, por lutas salariais.

Os policiais militares, não sairão as ruas para o patrulhamento ostensivo diário e deverão ficar nos quarteis. A segurança da sociedade mossoroense deverá ficar por conta da Guarda Civil municipal, que dispõe de um efetivo baixo e não tem estrutura para enfrentar a bandidagem.

As associações representativas das duas categorias pedem a população que compreenda a atual situação dos policiais militares e fique do seu lado nesta luta justa por melhores salários.

De acordo com o subtenente Eliabe Marques, presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN), as duas categorias tentaram de todas as formas, porém o Governo continua resistindo com a alegação da crise fiscal, mas que só existe para alguns setores.

O déficit salarial dos militares atualmente chega a 60,48% e a categoria não recebe ao menos a reposição inflacionária há cinco anos, argumenta o presidente. Além disto, os militares do RN possuem o pior salário inicial da Federação, na carreira policial, e, ainda, o pior salário entre as demais forças de segurança do RN.

17/06/2019

Postado às 06:14

Nenhum comentário - Comentar

Comentar