Ministério Público oferece denúncia contra Junior Preto e mais dois, pelo assassinato do advogado Eliel Júnior

Ialamy, Josemberg e Francisco, denunciados

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) recebeu nesta terça-feira 03 de abril de 2022, o inquérito policial do caso do assassinato do advogado Eliel Ferreira Cavalcante Júnior, de 25 anos, que foi morto a tiros no dia 9 de abril no Bairro Boa Vista em Mossoró no RN.

Os três suspeitos de envolvimento no crime, Ialamy Gonzaga, conhecido como “Junior PretoJosemberg Alexandre da Silva, o “Beberg“e Francisco de Assis Ferreira da Silva, o “Nenem“foram denunciados por crime hediondo, com duas qualificadoras: motivo torpe e recurso que dificultou a defesa da vítima.

Na denúncia não consta indícios e nem provas de homofobia, e a Polícia Civil mantém a versão onde Ialamy teria confundido Eliel e o seu companheiro com assaltantes. O promotor de justiça Dr. Ítalo Moreira Martins, explicou que Além do homicídio consumado contra Eliel Júnior, os três acusados também  foram denunciados por tentativa de homicídio contra Lucas Emanoel,  companheiro de Eliel Júnior. Os três deverão ir a juri popular pelos dois crimes.

03/05/2022
Postado às 13:17

Deixe o seu comentário!