Morador de rua é preso pela terceira vez em menos de 15 dias por furto em Mossoró

capa

O morador de rua, George Batista da Silva de 36 anos, natural de Almino Afonso, vem desafiando a justiça com suas práticas delituosas. Ele foi preso pela terceira vez em um intervalo de 15 dias por furto ao patrimônio público municipal. Depois de ser solto duas vezes em audiências de custódias, o morador de rua, voltou a ser preso pelo mesmo crime.

Na madrugada desta segunda feira 16 de agosto de 2021, George Batista foi preso após ser flagrado furtando um portão de ferro do PAM de Bom Jardim em Mossoró, no Oeste Potiguar. Após receber informações sobre o furto, a Central de Comando da Guarda Civil deslocou a VTR  do Pelotão de Ações Ambientais (PAAM), para ir ao local, onde flagrou o indivíduo no momento em que tentava furtar o portão.

Após ser preso ele foi conduzido à Delegacia de Plantão, onde foi autuado em flagrante pela terceira vez por crime de furto qualificado. Após os procedimentos, os policiais civis da equipe de plantão o conduziram ao Sistema Prisional onde ficará a disposição da justiça.

Histórico

Na tarde do dia 03 de agosto de 2021, ele foi preso pela Polícia Militar, após ser flagrado furtando luminárias de Led dos postes de iluminação pública da Praça do Museu Municipal no Centro de Mossoró. Foi autuado em flagrante por furto qualificado (artigo 155), na Delegacia de Furtos e Roubos e encaminhado ao presídio. (Relembre) em menos de 124 horas foi posto em liberdade pela justiça na audiência de custódia.

No dia 10 de agosto de 2021, George Batista da Silva e Júlio César Gomes de Lima, 27 anos foram presos pela Guarda Civil, na Rua Felipe Camarão, após furtarem um portão de ferro, do antigo Centro de Saúde do município localizado na Praça Bento Praxedes no Centro da cidade. (Relembre). Mais uma vez George Batista foi posto em liberdade na audiência de custódia.

capa

16/08/2021

Postado às 10:16

Nenhum comentário - Comentar

Comentar