Operação das Polícias Civil e Militar prende suspeito de integrar grupo criminoso que matou José Ivan em Baraúna no RN

capa

Policiais civis e militares de Baraúna, na região Oeste do Rio Grande do Norte, deflagraram na manhã desta quinta feira 13 de janeiro de 2022, uma operação com objetivo de dar cumprimento a um mandado de prisão expedido pela justiça em desfavor de Bartolomeu Camilo Arruda Oliveira de 32 anos de idade, natural de Janduís-RN. Ele foi preso em casa no Assentamento Fazenda Nova, zona rural de Mossoró.

De acordo com o delegado Luiz Fernando, que comanda as investigações, Bartolomeu é apontado como participante do assassinato de José Ivan Ângelo  da Silva que na época tinha 39 anos eranatural de Natal e trabalhava na empresa Interfruit Alimento localizada no município de Baraúna. Ele seria a pessoa que recebeu 5 mil reais da esposa de vitima e teria comprado a arma e plenajado a execução usada no crime.

José Ivan foi executado com um tiros de escopeta calibre 12 na região da cabeça, quando saía do trabalho. O crime aconteceu no dia 13 de agosto de 2020, as margens da RN 015, quando a vítima teve o carro interceptado pelo criminosos. Ainda de acordo com investigação, o crime teria sido praticado por encomenda e teve como mandante a própria esposa de José Ivan, Quércia Elânia Rebouças Costa Silva que está presa por determinação da justiça, na Penitenciária Mário Negócio em Mossoró.

Suspeitos do crime

Segundo o delegado Luiz Fernando, cinco pessoas, participaram da executação da vítima. São Elas: Quércia Elânia Rebouças Costa Silva (esposa da vítima e mandante do crime), Wesley Freire Lopes, João Paulo Saldanha de Lira (este se apresentou espontaneamente na delegacia e está preso), Bartolomeu Camilo Arruda Oliveira (preso nesta quinta feira-13) e Wellyson Dantas da Silva, está foragido.

capa

13/01/2022

Postado às 12:08

Nenhum comentário - Comentar

Comentar