Penitenciária Mário Negócio doa hortliças cultivadas na própria unidade, à entidades humanitárias em Mossoró

capa

Policiais Penais distribuíram em forma de doação, nesta quinta-feira 16 de setembro de 2021, hortaliças para três instituições humanitárias em Mossoró. O material é cultivado pelos presos da penitenciária Mário Negócio, através de parceria com a Vara de Execução Penal (VEP). Foram distribuidos, Coentro, Cebolinha, Alface, Rúcula e mandioca. As instituições agraciadas foram, o Albem (Albergue de Mossoró), o Abrigo Amantino Câmara e a Associação de Apoio aos Portadortes de Câncer.

Todo o trabalho do cultivo é desenvolvido com a utilização de mão de obra carcerária do Rio Grande do Norte e o mais importante é que as hortaliças não contem agrotóxicos. O projeto foi iniciado a cerca de 30 dias e já vem apresentado resultados positivos. Na unidade prisional foram cultivados recentemente mil pés de macaxeira e, desde o primeiro semestre, são realizados o cultivo e enxerto de mudas de caju para doação aos afetados pela seca.

Para o diretor da Penitenciária Mário Negócio, policial penal Márcio Morais, além de cumprir a finalidade da ressocialização, a produção das hortaliças já está auxiliando instituições carentes de Mossoró. “Essa oportunidade que a Secretaria da Administração Penitenciária tem dado aos internos do regime fechado, de dar oportunidade deles trabalharem e que tem garantido a redução da pena através das remições, disse Márcio Morais". Para cada três dias de trabalho, o preso tem um dia da pena remido (diminuído). 

capa

17/09/2021

Postado às 10:10

1 comentário - Comentar

Comentários

Anonimo
Enquanto isso os detento da msm unidade passa fome e leva pea todo santo dia ...deveriam da comida prós pressos também já que tão doando as culturas da própria penitenciária...cadê os direitos humanos que não fazem visitas as unidades de Mossoró ...vão achar coisa pior do que em alcaçuz ...a cadeia pública também tá só o ódio todos passando fome , descaso ali ...

Comentar