Sociedade condena réu a 12 anos de prisão por homicídio e tentativa de homicídio em Mossoró

capa

O Conselho de Sentença do Tribunal do Juri Popular de Mossoró, condenou nesta quinta feira 19 de novembro de 2020, o réu Edson Daniel Dantas da Silva, de 21 anos, pelo assassinato Wagner Augusto da Silva Nogueira de 17 anos e pela tentativa de homicídio contra a pessoa de Edvando Orlando da Silva, 21 anos, crimes ocorridos simultaneamente no dia 04 de abril de 2019 por volta das 19h30min no Conjunto Malvinas em Mossoró.

A sessão de julgamento aconteceu na manhã desta quinta-feira (19)  no Fórum Municipal Dr. Silveira Martins. Na defesa do réu atuou o advogado Francisco Sidnei Pessoa Araújo Filho, que alegou que o réu, que no dia do crime usava tornozeleira eletrônica, era inocente e questionou a eficiência do sistema de monitoramento.

O Corpo de Jurados composto por sete membros representando a sociedade mossoroense, acatou a tese defendida pelo Ministério Público, através do promotor Ítalo Moreira Martins, que pediu a condenação do réu, entendeu que Edson Daniel foi responsável pelos disparos que mataram Wagner Augusto e feriram Edvandro Orlando e decidiu condená-lo.

 

O Juiz presidente do TJP, Dr. Vagnos Kelly Figueiredo de Medeiros, fixou a pena de 12 anos e 2 meses de prisão inicialmente em regime fechado. O Tribunal do Juri Popular só volta a se reunir na próxima terça feira dia 24, quando estará julgando os réus Gilvan Gonzaga do Nascimento Neto e Marcelo Adriano do Nascimento Moura

20/11/2020

Postado às 08:25