Policial militar é preso sob suspeita de exercício ilegal da profissão de médico em hospital de Paraipaba no Ceará

Um policial militar foi preso na noite deste sábado (16) em Paraipaba, no Ceará, suspeito de exercer ilegalmente a profissão de médico. A prefeita da cidade, Ariana Aquino, deu ordem de prisão ao falso profissional, que saiu da unidade hospitalar algemado. O falso profissional não é formado em medicina e usava o registro no Conselho Regional de Medicina (CRM) de outra pessoa, segundo testemunhas.

A Secretaria da Segurança Pública afirmou que Khlisto Sanderson Ibiapino de Albuquerque, 34 anos, foi autuado em flagrante pelos crimes de exercício ilegal da medicina e falsa identidade. Ele foi preso no Hospital Municipal de Paraipaba.

O momento da prisão foi registrado em vídeo. A prefeita Ariana Cordeiro Façanha Aquino deu voz de prisão ao falso médico acompanhada de guardas municipais e policiais civis. Segundo a polícia Khlisto é soldado da Polícia Militar do Ceará e também responde judicialmente por violência doméstica contra mulher na Comarca de Fortaleza, em 2020 e suspeito de agredir uma mulher na cidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte.

17/07/2022
Postado às 16:14

Deixe o seu comentário!